Confiança da construção em retomada

Confiança da construção em retomada

Os índices apontam melhora do setor da construção neste fim de 2020 e perspectivas positivas para 2021

Passados quase dez meses de pandemia no Brasil, os mercados que tiveram um período de suspensão em suas atividades já entenderam os novos caminhos a serem seguidos e estão em franca e consistente retomada e até mesmo certa expansão. Essa também é a realidade do setor de construção.

Segundo a FGV (Fundação Getúlio Vargas), o Índice de Confiança da Construção (ICTS) que já estava em 91,5 pontos em setembro, no mês de outubro saltou para 95,2 pontos, o que representa o maior nível desde março de 2014. Ou seja, não apenas o mercado está retomando,mas também está com perspectivas mais positivas para os empresários do que registrado antes do isolamento social.

PIB da construção apresenta melhora

A expectativa para o PIB da construção encolheu apenas 5,7%, enquanto o do país deve diminuir 9,7%. Tais projeções são muito positivas para o mercado e os empresários do setor que podem fazer mais planos para o ano que se aproxima.

As pequenas construções têm exercido forte influência nestes dados, com o aumento das vendas de insumos e materiais de construção para obras familiares. Ainda, os investimentos das prefeituras e as recentes mudanças regulatórias têm impulsionado as obras de infraestrutura, o que deve potencializar os próximos resultados da construção.

Resiliência é chave para o sucesso

O setor da construção civil tem comprovado sua resiliência depois da incerteza dos cenários pandêmicos, e, por três meses consecutivos, registrou alta na geração de empregos. É esperado que, a depender das medidas econômicas adotadas no país, mais empregos possam ser gerados, com mais pessoas ativas novamente no mercado de trabalho.

Projetos em andamento que impulsionam o setor

O Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) está com diversos projetos em andamento, além de vários outros que são esperados para entrarem em ação até o segundo semestre de 2022, o que trará grandes investimentos e oportunidades para o setor de infraestrutura e seus fornecedores.

Entre os projetos já aprovados, está a concessão da BR 101/SC para a CCR Viacosteira, que abrange mais de 220 quilômetros de vias, com suas passarelas, retornos e rotatórias, o que deve gerar até 1500 novos postos de trabalho. Além das obras, a empresa também fará a manutenção das vias pelos próximos 30 anos.

Em 11 de novembro, foram iniciados os estudos para os trabalhos a serem realizados no Porto de Itajaí, que deve ir a leilão no segundo semestre de 2022. O complexo recebe a maioria das importações e exportações da região sul e é o segundo maior do país, e, mesmo com a crise da Covid-19, teve crescimento de 12% na sua operação ao longo de 2020.

Outro projeto que já conta com aval para a concessão é o Trecho I da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) que terá 537 quilômetros e será utilizado para o escoamento de minério de ferro do sudoeste da Bahia. A estimativa é de que os investimentos estejam em torno de R$ 3,3 bilhões para a conclusão das obras.

Esteja a postos para participar desta retomada

Todas essas notícias positivas apontam para a certeza de que será um bom negócio estar presente na maior feira de construção e mineração da América Latina.

Se você e sua empresa pretendem aproveitar o momento para se envolver em grandes negociações deste setor, que está em franca melhora, venha para a M&T Expo e faça conexões com tomadores de decisão de diversos países.

Acesse agora nosso site e garanta sua presença entre os dias 5 e 8 de julho de 2021.