São Paulo inicia as obras de ampliação da Linha-15 Prata do Metrô 

São Paulo inicia as obras de ampliação da Linha-15 Prata do Metrô 

Por: Santelmo - M&TExpo 

Novo trecho deve ser concluído em 2025 e vai interligar a região da Jacu-Pêssego com a Vila Prudente, ambas na Zona Leste da capital paulista 

O governo de São Paulo deu início às obras de ampliação da Linha 15-Prata do Metrô, que conectará a região da Jacu-Pêssego com a Vila Prudente — ambas na Zona Leste da capital paulista. Com expectativa de conclusão para 2025, esse novo trecho facilitará o acesso da população à área central da cidade, com redução de até 50% no tempo do trajeto. Além disso, quando for entregue, fará com que a Linha 15-Prata tenha 17,4 km de extensão operacional, com 13 estações para embarque e desembarque, duas subestações de energia e dois pátios.

A Linha 15-Prata se destaca por ser o primeiro monotrilho de alta capacidade de transporte do Brasil e, diferentemente do metrô convencional, os trens possuem um conjunto de pneus que os movimentam sobre vigas elevadas de concreto.

As estações Jacu-Pêssego e Boa Esperança vão ter o mesmo padrão estético adotado em toda a Linha 15-Prata, em que o conceito arquitetônico é concebido para interferir da menor maneira possível na paisagem local. As estruturas contarão, também, com telhados verdes nas lajes dos pontos de acesso e paredes verdes equipadas com sistemas de irrigação por gotejamento — solução desenvolvida para coletar e aproveitar os volumes pluviais.

Ainda no campo da sustentabilidade, a Linha 15-Prata terá em toda a sua extensão ciclovias e outras infraestruturas ambientalmente amigáveis, como biovaletas que encaminharão a água das chuvas para as áreas ajardinadas. Já o Pátio Ragueb Chohfi deve ser construído em um terreno de 53 mil m², onde os novos trens serão estacionados e haverá a manutenção da frota.